terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Relembrando

       Fado: a algum tempo atrás conheci esse gênero musical...
Mas não queria mais ouvir pela carga dramática que carrega, também porque parecia não pertencer a mim, e sim a quem me sugeriu.
    BUT, me apropriei! E aprendi a levar adiante o que é bom. As boas músicas, palavras, versos e lembranças.
    Os dramas, decepções e desatinos ficam apenas para os escritos da madrugada.

2 comentários:

  1. O que pousa sobre nós com ternura, é nosso, nos apropriamos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade...

      Usou uma palavra muito adequada: TERNURA

      Excluir